Lifting de Sobrancelhas

Lifting de Sobrancelhas

Lifting de Sobrancelhas

O Lifting de Sobrancelhas consiste na elevação/reposicionamento dos supercílios, podendo ser realizada por diversas técnicas que diferem nas vias de acesso (local, através das pálpebras, couro cabeludo, com auxílio de vídeo-endoscopia) e objetivos.

A cirurgia não anulará os efeitos da gravidade ou o processo de envelhecimento natural ao longo dos anos que levam à frouxidão e consequente descenso gradativo dos tecidos.

Abaixo relacionamentos os principais questionamentos e as respectivas respostas que, frequentemente, são de interesse de pacientes potenciais a este procedimento:

Como saber se esta cirurgia é indicada para mim?

Após a devida avaliação por cirurgião plástico qualificado, as melhores opções serão discutidas com o paciente e podem ir de tratamentos não-cirúrgicos (toxina botulínica, por exemplo) até a cirurgia propriamente dita.

Nos casos de tratamento cirúrgico há ainda diversas possibilidades de planejamento, cada uma com suas características, que deverão ser bem esclarecidas.

O que será tratado durante a minha primeira consulta com o cirurgião plástico?

O cirurgião plástico necessitará saber informações básicas acerca da saúde geral do paciente (história da cicatrização em geral, história de doenças, medicações, vitaminas ou quaisquer outras substâncias de que faça uso – álcool, cigarro, drogas ilícitas, possíveis alergias, cirurgias prévias, história familiar, etc.), bem como sobre suas expectativas e anseios em relação ao procedimento proposto.

Informe seu médico sobre seus problemas de saúde. Seja sincero e não omita informações mesmo que pareçam bobas. Os mínimos detalhes podem fazer a diferença no resultado.

Quando é o melhor momento para operar e onde acontecerá a cirurgia?

A programação da cirurgia varia dependendo do grau de ptose dos supercílios, não existindo faixa etária padrão para a indicação do procedimento. O mesmo deverá ser realizado em ambiente autorizado pela Vigilância Sanitária, confortável para paciente e equipe médica, podendo variar de estrutura conforme o grau de complexidade da cirurgia planejada.

O que preciso saber antes de se submeter à cirurgia?

  • Recomendações pré-operatórias (tempo de jejum, medicamentos ou quaisquer outras substâncias que deverá suspender e com que antecedência, cuidados com o local da cirurgia);
  • Tipo de anestesia e tempo de internação programados;
  • Necessidade de ajuda no momento da liberação para casa;
  • Tempo de repouso;
  • Cuidados com a ferida operatória;
  • Medicações que serão necessárias;
  • Possíveis intercorrências/ complicações.

Quais os riscos da cirurgia e as informações de segurança das quais devo estar ciente?

Todo e qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos. Estes serão minimizados pela correta avaliação pré-operatória, planejamento cirúrgico e cuidados pós-operatórios adequados.

Entre as possíveis intercorrências/ complicações podemos citar:

  • Sangramento/ hematoma (acúmulo de sangue internamente);
  • Infecção;
  • Cicatrização ruim (hipertrofia, quelóide, retrações, alterações de cor);
  • Alterações de sensibilidade;
  • Assimetrias;
  • Reação aos produtos utilizados (fios de sutura, fitas, soluções injetáveis);
  • Complicações inerentes ao ato anestésico;
  • Necessidade de novo procedimento cirúrgico.

A cirurgia de lifting de sobrancelhas deixará cicatrizes?

Não existe cirurgia sem cicatriz(es). O que existe é a cirurgia bem planejada, com cicatriz(es) final(is) bem posicionada(s), camuflada(s) quando possível em relevos naturais da pele, atingindo resultados pouco perceptíveis.

Isto porque a cicatrização é um processo complexo e cheio de peculiaridades dependentes da natureza de cada um. Apesar de todos os cuidados competentes ao cirurgião, algumas vezes os resultados obtidos ficam abaixo do esperado.

Converse com seu cirurgião e esclareça dúvidas, evitando frustrações e buscando possíveis alternativas para os resultados insatisfatórios.

Quais resultados posso esperar de minha cirurgia a longo prazo?

Toda cirurgia acarreta cicatriz(es). Dentro do possível, respeitando as características e necessidades do tratamento, as cicatrizes são planejadas de maneira a ficarem em posições que diminuam a tensão sobre seus bordos, facilitando a cicatrização e/ou camufladas em relevos existentes na pele.

A cicatrização é um processo complexo e cheio de peculiaridades dependentes da natureza de cada um. Alterações mais (fase inicial) ou menos (mais tardiamente) aparentes continuam a ocorrer mesmo após meses da realização do procedimento. Uma cicatriz final de boa qualidade é resultado de adequada técnica cirúrgica + fatores orgânicos próprios de cada paciente + devido manejo pós-operatório.

A retirada de suturas/ grampos de pele será completada por volta de 10-14 dias da operação. Geralmente após essa fase inicial o paciente encontra-se em condições de retornar às suas atividades diárias de rotina, com pequenas restrições. O inchaço poderá demorar várias semanas para desaparecer por completo, bem como algumas equimoses (manchas roxas). Nesse período, produtos cosméticos/ protetor solar poderá ser utilizado mascarando feridas e protegendo áreas ainda sensíveis à radiação UV. Hábitos saudáveis e uso regular de filtro solar são fundamentais para a preservação dos resultados e manutenção de uma aparência mais jovem.

Entre em contato com nosso atendimento e agende uma consulta